Dia Nacional da Luta Antimanicomial no Rio de Janeiro

 

O Movimento Nacional da Luta Antimanicomial surgiu no final da década de 1980 e esse ano completa seus 30 anos. Construido à partir de uma articulação entre profissionais de saúde, estudantes, usuários dos serviços de saúde mental, familiares e movimentos sociais, o MNLA, que surgiu em Bauru-SP, vem se consolidando a cada ano e expandindo sua atuação por todo o país.

Nesses árduas anos de luta, alguns avanços foram feitos, como por exemplo a Lei Paulo Delgado (2001) que define os parâmetros da Reforma Psiquiatrica, bem como a constituição da Rede Internúcleos, que organiza o movimento nas diveras localidades do país, considerando as diferenças regionais e as demandas emergencias, nunca perdendo de vista a sua palavra de ordem “Por uma Sociedade Sem Manicômios”.

O MNLA reinvindica, além da efetivação da Reforma Psiquiátrica, a construção de um modelo de saúde Mental substitutivo, em detrimento das práticas manicomias. Uma rede composta por Centros de Atenção Psicosocial (CAPS), leitos psiquiátricos em hospitais gerais, prontos socorro psiquiátricos, e que acima de tudo, preze pela integração da equipe multidisciplinar e a humanização dos serviços de saúde mental.

Preza-se também pela acessibilidade do serviço a todos que dele necessitam, pela participação da família no processo dos cuidados, da intervenção direta na comunidade e especialmente pela resignificação da loucura.

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial é repleto de debates e mobilizações. Somando às mobilizações que vem acontecendo em torno do processo de realização da IV Conferência Nacional de Saúde Mental, conquistada a partir da Marcha dos Usuários à Brasília. Contamos mais uma vez com a participação de todos e todas para a celebração de mais um 18 de maio repleto de beleza, alegria e criatividade.

Acompanhe as comemorações do Dia Nacional da Luta Antimanicomial na Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ CLICANDO AQUI.

15:00 – Esquenta: Grupo Pirei na Cenna -30´
– Coletivo Carnavalesco Tá Pirando Pirado Pirou – 30´
– Bloco Carnavalesco Loucura Suburbana – 30´
– Abertura: Zé Tonhão (ator Rafael Carvalho)
16:30 – Chama: Cancioneiros do IPUB – 30´
16:45 – Chama: Chacal – 15’
17:00 – Chama: Harmonia Enlouquece – 30´
17:30 – Chacal – 15’
17:45 – Exibição TV Pinel – 20’
18:05 – Chicas 30’

Deixe nos comentários os locais de comemorações, palestras e protestos na sua cidade.

 

Extraído do blog: http://saudementalecidadania.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s