Pinheirinho, terreno da massa falida?

Tudo que seus piores pesadelos possam pensar, os desabrigados de PInheirinho vivem algo muito, muito, muito pior. Por favor, não existe ajuda humanitária alguma. Dormem com as luzes 24 horas acesas. São identificados com uma pulseirinha que os faz apanhar. Se tiram a pulseira, para não mais apanhar, perdem o direito a ajuda (promessa política) do aluguel.

As crianças choram de fome, estão sendo alimentados com péssima qualidade, arroz branco e lingüiça (!).

Pessoas, por favor, por HOJE (e até que este sofrimento acabe), em estado de emergência, ajude-nos a ajudar! A lista de necessidade é interminável.
Quem puder, repasse esta mensagem, é um grito de desespero. Carmen Sampaio cel.             11 9620 2079
Rua Capote Valente, 870 conj. 14A
Recebemos tudo, mas precisamos de filtro de água, roupa íntima, lenços umedecidos, produtos de limpeza, roupas limpas e em bom estado, BARRAS DE CEREAIS, FRUTAS e tudo que possa trazer um pouco de dignidade a estas pessoas.

Lápis coloridos, canetinhas, cadernos também podem ajudar , pois as crianças estão ao léu. Por favor, médicos, terapeutas, voluntários, carros para ajudar no transporte, tudo serve. Repasse, é questão de sobrevivência.
Pouca ajuda ou nenhuma, foi o que vi lá. Porque por mais que se faça, ainda é insuficiente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s