Os Insênicos encerram temporada de Balada de amor no Dia Nacional da Luta Antimanicomial em Salvador

Celebrando e reafirmando o Dia Nacional da Luta Antimanicomial neste 18 de maio, o grupo teatral “Os Insênicos” fez duas apresentações no teatro da FSBA em Salvador. O Vozes da Voz esteve na primeira apresentação a tarde que contou com a presença de usuários de diversos CAPS de Salvador, além de hospitais psiquiátricos como o Juliano Moreira. Os usuários lotaram o teatro com capacidade para 500 pessoas.

Teatro lotado para assistir os Insênicos
Teatro lotado para assistir os Insênicos

“Os Insênicos” é formado por usuários do sistema de saúde mental que se juntaram através da parceria da AMEA (Associação Metamorfose Ambulante), de familiares e usuários dos serviços de saúde mental na Bahia. Formado em 2010, o projeto foi idealizado pela atriz e psicóloga Renata Berenstein. Em seu primeiro ano, foi realizada uma oficina de teatro de três meses no Espaço Xisto que resultou na construção coletiva de um espetáculo. A estreia dos Insênicos foi na Sala do Coro do TCA, em Junho de 2010.

Os Insênicos em ação
Os Insênicos em ação

O espetáculo “Balada de amor” encerrou sua temporada hoje em grande estilo. Sob as luzes do grande palco, “Os Insênicos” fizeram uma belíssima apresentação que intercalou momentos de ficção; de uma turma bem heterogênea e divertida que se encontrava sempre num karaokê até momentos de pura realidade, quando os atores iam para o canto do palco contar suas histórias pessoais, frisando o amor em suas vidas.

Os atores dividem histórias emocionantes com o público
Os atores dividem histórias emocionantes com o público

“Balada de amor” trata do assunto de forma muito sensível e, ao mesmo tempo, cômica. O roteiro é feito pelo grupo que conseguiu levar drama e comédia ao espectador de forma leve e intensa. Os atores têm total entrega aos personagens que variam entre os ficcionais e eles mesmos. Os figurinos exaltam a forte cultura brasileira, trazendo cores vivas e quentes. A dona do karaokê usa uma camisa do Flamengo, enquanto um cliente a do Brasil. O karaokê é frequentado por todo tipo de gente de puta à noiva abandonada e travesti, trazendo uma rica diversidade de pessoas comuns, porém brilhantes, assim como seus intérpretes.

O karaokê é o point de "Balada de amor"
O karaokê é o point de “Balada de amor”

Após o espetáculo, a equipe do documentário em produção “Sem Tarja” – filme que vai discutir a indústria farmacêutica na saúde mental – gravou depoimentos de alguns dos atores para o filme.  Apesar de suas trajetórias diversas, todos compartilham do mesmo sentimento sobre o efeito transformador do teatro em suas vidas. Em muitos deles estão as marcas do modelo asilar, das instituições psiquiátricas que passaram e doem até hoje, mas o teatro os fez renascer. Alguns dos atores nem estão mais fazendo tratamento medicamentoso graças à esta arte.

Atores deram depoimento para o filme "Sem Tarja"
Atores deram depoimento para o filme “Sem Tarja”

“Os Insênicos” é um trabalho fundamental para a vida dos atores, mas, principalmente, para a sociedade que vive fora dos muros da saúde mental. Ao se deparar com um elenco tão visceral e em sintonia, com histórias belas e doloridas que conseguem tirar lágrimas e gargalhadas de seu público é impossível não parar de achar que o louco tem que ser contido e não tem a capacidade de ser o protagonista da sua própria vida. Palmas para “Os Insênicos” e aguardamos ansiosos o próximo espetáculo!

Por Rafaela Uchoa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s